20.4.12

Passatempo

Passa a hora, o dia, o tempo.
Passa o pássaro mudando de ventos.

Passa o dia, o mês, o tempo.
Passa o velhinho perdido em seus pensamentos.

Passa o mês, o ano, o tempo.
Passa a menina e seu catavento.

Passam todos, passa tudo. Passa inclusive o tempo.
Passa o menino em sua bicicleta no acostamento.

Passam caminhos, estradas, veredas. Passa o tempo.
Passa o mendigo carregando seu lamento. 

Passa a vida grávida, repleta de contentamento.
E vai parindo pela senda os seus rebentos -
Pedras, plumas, dores e alentos.

Passa um filme diante dos olhos atentos.
Passatempo.

[imagem: Robert Doisneau - "Le remorqueur du Champs de Mars", Paris, 1943]

9 comentários:

nilson disse...

Tão doce a cadência, como uma cantiga de roda...
As palavras brincam e se encontram na harmonia dos sons.

Aline Barra disse...

Pari alegria
e leveza (na gente)
este seu passatempo
Amelie...

Abraços!

rafaela ivo, disse...

Não sei porque, mas isso me levou aos tempos de infância... E como foi doce relembrar.

Karine Tavares disse...

Onde vc encontra estas imagens MARAVILHOSAS?

pensandoemfamilia disse...

Linda forma de retratar a vida.
bjs

artebaiao disse...

Excelente viagem...

Manie disse...

nossa, eu tô simplesmente encantada com o seu blog... nem tenho palavras pra descrever a sensação mágica que eu pude viver nos pequenos minutos em que te visitei aqui. é uma mistura de nostalgia com alegria e, ao mesmo tempo, vontade de viver meus sonhos...
você tem uma delicadeza que eu notei até mesmo nas fotos, no fundo, na música... para que a canção não acabasse, abri até outra janela para poder estar comentando agora!

eu tenho um sonho inexplicável em conhecer a França. tenho uma amiga que mora em Le Touquet e nunca a vi... parece que através do seu blog, cheguei mais pertinho dela.

vou seguir pra poder apreciar mais viagens como essa!

Suzana Martins disse...

Nossa!!
Estou perplexa diante de tamanha beleza.

Beijos minha Flor

Franck disse...

Tempo...tempo...tempo... Que assim seja!
Bjs*