7.10.11

Déjeuner du Matin |Jacques Prévert|

25 comentários:

nilson oliveira disse...

mesmo que não houvesse qualquer nexo entre as palavras, poema, canção... o francês recobre tudo de sensualidade, delicadeza e melodia. o descaso. pena que existe o descaso. tanta dor causa. tanta lágrimas destila. e fica conosco o efeito. é uma dor solitária.

Rui Pascoal disse...

Se o café estivesse a ferver e o leite com nata talvez ele falasse...
É tudo uma questão de tempero. Nem mais nem menos.
:)

Be Lins disse...

...é quando chove que chorar faz mais sentido.
Lindo post!

Beijo

Luna Sanchez disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luna Sanchez disse...

Silêncios machucam.

Muito.

Um beijo, adorei o post, belíssimo em tudo!

Gislãne Gonçalves disse...

As lágrimas parecem ser a única maneira de expressão nesses momento, as lágrimas e o grito.

:)

Juliana disse...

"Sem me falar / Sem me olhar"
Isso faz mesmo alguém chorar....
bJu e bom findi pra ti
;)

Eliete disse...

Que maravilha, saber transformar atos tão simples na mais linda poesia.bjs

Lizete Delmonte Ferraz disse...

Lindíssimo...que delícia com essa música no fundo...

Um lindo domingo, querida!!!
beijinhos

Natália Rocha disse...

E o silêncio diz tantas coisas, tudo que nele se esconde machuca, dói.

Quanta leveza, tuas palavras, a música, o tom, tudo!

um beeijo*

Margot Félix disse...

Não sei o que dói mais - nada falar ou não olhar.

Um beijo!

Danielle Oliveira disse...

"Eu só vim lhe desejar um dia lindo. Com flores pelos caminhos que você percorrer. Com gente feliz ao seu redor. Com chuvas de sorrisos e de olhares que vem da alma. Não importa se grandes notícias não virão hoje. Que também não venham as más. Que seu dia seja de paz. Que você esteja em paz. E que você olhe os problemas de cima, e as pessoas que você convive, com olho no olho. Que as palavras do dia sejam ‘leveza’, ‘doçura’, ‘calmaria’, ‘tranqüilidade’. E que suas próximas horas sejam carregadas de pensamentos positivos e muita paz no coração. Só vim te desejar um ótimo dia. Colorido e florido. Amém." (CFA)

Beijinhos Doces!

Anônimo disse...

Porque escrever em frances se estamos no Brasil. Muito metida!!

Pedro Gabriel disse...

Olá, eu sou quem escreve no blog AMORRAGIA. Andei sumido do mundo virtual, mas estou reorganizando minha vida on-line ;-).

Facebook http://www.facebook.com/profile.php?id=100001443710707
E-mail: pedrogabrielcontato@gmail.com

Obrigado,
Pedro Gabriel

pensandoemfamilia disse...

Que linda música. O francês tem para mim uma sonoridade cheia de sexualidade. Triste aaaa música, mas intensa de emoção.
bjs

Anônimo disse...

Ne pleure pas chérie! Qui sait un jour il revient pour déjeuner ou meme pour diner!

Leo disse...

Na chuva não há lagrimas...linda canção!

Beijo Amélie!

Erica Gaião disse...

Porque é assim que a gente chora: nas partidas silenciosas.

Beijos

MJFortuna disse...

O cotidiano em poesia... Muito lindo! Hoje descobri seu blog...

Um abraço

Maria J Fortuna

Paulinha Leite disse...

Vim voando em asas de poesia sopradas ao vento. Que lindo teu blog. Que aconchegante esta musica. Tudo perfeito. Vim pra ficar, posso puxar a cadeira e sentar? :)

Sol-risos

Paulinha Leite disse...

Voce é muito bem vinda sempre. *_*
Bisous.

Artur César disse...

um universo de possibilidades que poderia justificar esse fim.
Silêncios assim são preságios de tormentas!
gostei muito do seu blog, vou tentar ler tudo!
ja te sigo!

beijos, Artur!
au revoir!

vanessa cony disse...

Dói...Mas só vai quem nunca devia ter ficado.Pois quando há o verdadeiro ,esse jamais deixa de ser.

Liza Leal disse...

Perfect!...
Amei!

grata pelo doce comentário!
bjim
=)

AquilesMarchel disse...

o francês é uma lingua sensual
embora ache que perde em muito a nossa lingua