21.6.11

Superação

É no outono, quando perdem suas folhas, que as árvores armazenam energia e preparam-se para atravessar o período de inverno;

Do final do verão até o fim do inverno, os pássaros passam pela fase de muda. Nesse período, trocam penas e bico, não cantam, ficam vulneráveis à doenças e procuram alimentos macios, pois têm dificuldade em alimentar-se de sementes mais duras;

Para expandir seu corpo e crescer, as serpentes mudam periodicamente de pele, num processo doloroso que pode durar dias, chamado ecdise;

Quando a temperatura do ar e da água esquenta, os peixes precisam vencer a correnteza dos rios, subindo até as cabeceiras para reproduzirem-se. Nesse movimento chamado Piracema, além de superar cachoeiras, predadores e outros obstáculos naturais, precisam vencer também a pesca predatória.

São inúmeros os exemplos de superação. A natureza está repleta de seres que, como pedras brutas, são lapidados pelas adversidades. Seres que passam pelos mais duros obstáculos, mas vencem e continuam florindo, cantando, voando. Vivendo, afinal. 

 Photobucket
"Não haverá borboletas se a vida não passar por longas e silenciosas metamorfoses."
|Rubem Alves|

14 comentários:

Menina no Sotão disse...

Rubem Alves pra mim é uma espécie de mago. rs

bacio

artebaiao disse...

Caríssima Amélie.
Bom te ver compondo, passeando por Rubem Alves!!! Bom te ver!
Um bom abraço.

Menina no Sotão disse...

Hummm, acho que superações são formas de presença em nosso íntimo e a natureza apenas deixa exemplos a nossa volta para que compreendamos ou então vejamos o que podemos fazer, afinal, somos desatentos por natureza. rs

bacio

Lucão disse...

Além do texto, Nada melhor que Rubem Alves pra sintetizar toda essa mudança...
Ótimo, Amélie!
;)

Liza Leal disse...

Texto riquíssimo.
Parabéns, Amélie!

bjim
bom dia!
=)

Lizete Delmonte Ferraz disse...

Nós seres humanos também passamos por isto: quando somos pequenos e estamos crescendo, nosso corpo dói todo. São os nossos ossos, órgãos, pele, etc crescendo. E é assim com a nossa alma...quando ela sente dores, é por que está crescendo, evoluindo, amadurecendo...para depois também se transformar num belo ser humano...
que bom te ver assim, Amélinha...
Bjs com carinho...

Confissões de uma borboleta disse...

A natureza é mesmo surpreendente...e dentro dela temos as nossas maetafoses periodicas. Mudar é sempre preciso, para sobreviver, principalmente. Gostei muito do seu blog. Estou te seguindo, beijos.

Antonio Machado disse...

Crescer pela superação é vencer, é viver!
Bom te ver Amélie, um bom dia.

Rafaela Bento disse...

tantas exemplos, e a gente ainda se acorva diante de nossas adversidades..

Eliete disse...

Amélie, que façamos nossas metamorfoses com coragem.bjs e ótimo final de semana

maricotinha ♥ disse...

Mudanças sempre acontecendo, mesmo quando não entendemos a importância de sua existência.
Acrescente o conto da fênix, que renasce das cinzas (já te disse).
Beijos & keep walking!!!

Super Lana disse...

Linda , obrigada pela visita!!
seu blog é lindo e delicado!

Bjuss

Guilherme disse...

Superação é madurez do espírito que, ao seu tempo, colhe doçura e resistência para transcender, sublimar e ir adiante. Superar é transformar. E tal qual a grama que não faz força para crescer ou peixe que não faz força para nadar, superação é processo e meta, onde um se confunde com o outro. É a natureza de todos nós.

Obs.: Agradeço e muito pela correção. Passei muiiito tempo achando que era frase de Santo Agostinho. Um beijo! :D

Eliete disse...

Amiga, linda escolha.valeu! bjs