27.5.11

Escombros


Dentro de mim, a tristeza dorme e amanhece num ciclo vicioso, doentio. Fez morada em meu coração. Tomou posse dos meus dias e resolveu que vai acompanhar-me, sendo bem-vinda ou não. Pirraça. Faz questão de atormentar-me com sua presença gélida e sádica. Convivo com esse nó na garganta, essa pedra no sapato. Desconforto. Vida de cão. Força, eu me cobro o tempo todo. Levanta essa drogadessacabeça e siga. Prossiga. Mas os dias têm sido longos e cruéis. Sinto-me como um tijolo, um pedaço de parede, uma pedra qualquer. Assim, perdida nos escombros de uma velha construção em ruína. Desabada. Demolida.

"O fato é que eu estou uma bagunça por dentro e por fora"
|Clarice Lispector|

15 comentários:

PauloSilva disse...

Totalmente destruída com o nó na garganta mas um dia vai ver que toda a dor não terá sido em vão. Lindo trecho! :D

Guilherme disse...

Que a tristeza desperte, faça suas malas, deixe a esperança como gorjeta, e suma!

ROSANA VENTURA disse...

"[...] mas ando, ando, tenho uma coisa apertada aqui no meu peito, um sufoco, uma sede, um peso[...] - Caio F Abreu.


Deixa estar, vai passar!
bjosssssssss

Poeta del Cielo disse...

Nao esqueca nunca que a oscuridao e eterna sempre existe un manhana que luz traera con certeza amiga..

saludos
otimo fim de semana
abracos

Lizete Delmonte Ferraz disse...

Querida, nunca se esqueça:

"Tudo o que não é nosso, a vida tira do nosso caminho..."

Te linkei no meu blog já faz um tempo e não te avisei. Gosto do seu "cantinho".

Um beijo, com carinho!

www.comoascerejasdaminhajanela.blogspot.com

Eliana disse...

DEMAIN

"Amanhã fique triste - amanhã.
Hoje não - hoje fique alegre.
E todos os dias, por mais amargos que sejam, diga: amanhã fique triste, hoje não".
Palavras fortes lá no cantinho direito do seu blog. Releia quantas vezes for preciso.
Abs!

Rebecca Leão disse...

A gente sabe que passa, por pior que seja a tristeza, ela sempre passa... porque o sol sempre aparece para iluminar o dia, mesmo que por trás de nuvens cinzentas... bjs

Sentimental ♥ disse...

há dias assim, mas eles não duram pra sempre... melhoras!!!

PauloSilva disse...

Um grande obrigado :)
Beijos.

Lu disse...

Em algum momento a gente desaba, vai ao chão e descobre que vai dar trabalho levantar, mas é preciso sair do chão...

O bom mesmo é quando uma mão nos alcança e de repente o mundo fica com seus tons azuis intensos.


bacio

Luciana Lís disse...

Mas sabemos demasiado: passa.
Teu blog é dos mais lindos q vi, pelo menos, nos últimos seis meses!
Muito bonito e poético! As fotos, tudo! adorei!
Beijooo

Rosinha disse...

Aqui é lindo, tem poesia.Gosto.
Me senti em casa. Voltarei.

Obrigada pela presença lá na minha alma.
Me vale muito.

Xero na alma

Nina Pilar disse...

estas correntes apertando os calcanhares,
as algemas apertado os pulsos,
o laço que aperta a garganta,
seria mais fácil que apenas a dor,
que nem gritar consegue,
a vida tem dias que não passa pelo barraco da agulha!
ou vidinha mais ao mesmo esta...

gostei da sua forma de descrever esta dor que cobre os sentindo imobilizando-os.
seu blog é ótimo, voltarei.

grande abraço

Lu disse...

Carissima, boa noite, estou passando por aqui apenas para avisá-la que o convite está mais que aceito.
Vamos combinar um passeio pela Mario e um chá na tarde.

bacio

Meu email é meninanosotao@gmail.com

Liza Leal disse...

Penso q esse mar em ressaca certamente vai passar(ou já passou...=)

O sensível tem esse traço transparente e corajoso...
Lindamente Poético.

bj Amélie!