11.4.11

Grão de Areia

Quando penso que sei de quase tudo,
sou tragada pelas bravas ondas do oceano chamado vida.
Logo, sou obrigada a concluir que o muito que penso que sei,  
é como um pequeno grão de areia
diante da imensidão do que ainda tenho que aprender.
___________________________________________________________________________

Escrevi esse texto no ínicio, quando resolvi criar o blog (era o subtítulo). Com o passar do tempo, fui mudando o template e o texto acabou sendo excluído e caiu no esquecimento. Hoje, lembrei "das origens" e deu saudade. Resolvi postá-lo.

8 comentários:

Sentimental ♥ disse...

vivendo e aprendendo, sempre.

Debora Mota disse...

Sabedoria é saber-se incompleto de sabedoria.

Menina no Sotão disse...

E pensar que tem gente que diz "não tenho mais nada para aprender" tenho uma pena de gente assim. Acho que o principio é justamente o fim, ou seja, ter a ciência de que nada sabemos e provavelmente (infelizmente) não iremos saber um terço de tudo que há por aí.
bacio

Eliete disse...

bela origem! lindo.bjs

Suzana Martins disse...

Somos esse grão de areia e um universo de praia....

A vida é esse constante aprender!!

Beijos

artebaiao disse...

Esses grãos, nesta praia...
Essas ondas, neste mar...

Bom te ler!

ROSANA VENTURA disse...

....é esse o grande barato da VIDA...é essa imensidão que nos traga, nos trás e nos leva...sem avisar....
bjossssssssss

Liza Leal disse...

Contemplando e aprendendo c/tuas delicadeza.

bj, linda!
=)