16.5.10

Sem Sul nem Norte

Sabe aquele dia em que você mal começa a refletir sobre sua vida e chega à rápida conclusão de que tudo  por ali está errado? Pois é, sinto-me assim. Exatamente assim. tudo errado!

Não estou gostando dessa fase in, melancólica. Estou triste comigo mesma. Triste com minha falta de iniciativa para dar um basta às coisas que me ofuscam e consequentemente me fazem sentir sem rumo, sem norte. 

Olho para dentro de mim e vejo um emaranhado de emoções conflitantes. Parece que quanto mais choro, mais lágrimas produzo. Tenho no coração um oceano querendo jorrar. Estou inundada.


Calma,  não  estou à beira  da loucura. Acho que  minha  insanidade  não é tão insana assim. Só não consigo desatar os nós que eu mesma permiti que se formassem. E são tantos... (desânimo). Onde estarão suas pontas? Serão cegos estes nós?

"Então que tal? ando meio sem sorte
Não tenho sul nem norte."
[Blackbirds]

14 comentários:

Martini Bianco disse...

Também ando numa fase dessas. Engraçada a telepatia deste dia. O teu segundo parágrafo disse tudo, e ainda acrescento que luto contra o tempo, à procura de uma fuga que valha a pena, pois pior que as fases complexas de viver é que o tempo corre e não volta para trás.

Bjs

Sentimental ♥ disse...

a primeira coisa a fazer é manter a calma e deixar q as coisas se ajeitem, cada uma no seu lugar, tipo qndo um carro freia bruscamente, sabe como é? e depois é começar a desatar nós q se fizeram com o tempo, vc permitindo ou não.
fique bem!
bjs

Franck disse...

Às vezes o não equilíbrio para reflexões, como vc agora é necessário... No Sul, não sei, mas no seu Sudeste tem belezas urbanas, no meu Nordeste tem céu azul, mar, água de coco, pôr de sol maravilhosos...pense nisso!
Uma boa semana!
Bjs*

Letícia disse...

Chora tudo e pensa que tudo vai dar pé!
Fica bem.
Beijos.

JPM disse...

Olá,
Para os não arrogantes, é lícito dizer que sempre sabemos pelo menos 30% a mais do que pensamos saber.
Nós somos os principais sabotadores da nossa vida. E isto é um processo silencioso. Ao longo da vida, cada vez que nos queixamos, cada vez que usamos palavras negativas contra nós, é fatal que estamos adubando a horta da melancolia, da baixa autoestima.
Valha-te de frases positivas, de expressões alentadoras... uma que uso muito e dá resultados: enfrentando com coragem, determinação e inteligência emocional eu sempre supero rápida e exitosamente todas as dificuldades que se apresentam para mim.
Outra boa é esta: deixo minha mente relaxar e fluir livremente, prestando bem a atenção àquilo que minha voz interior tem para dizer-me.
Repita tais frases "n" vezes, sempre que puderes para ti mesma ou em voz alta.
Saúde e felicidade.
João P Metz

Amapola disse...

Oi, amiga!
É só uma fase passageira, você vai ver...
Deve ser essa meia que está causando isso tudo. Mas como você disse, é um mal necessário, né? Já conversei com muita gente que também usa, e acabou se acostumando com ela.

Desejo-lhe muitas felicidades, hoje e sempre.

Um grande abraço.

Ivan disse...

Desculpe por ser tão pragmático no que tenho a dizer. Quando estive numa fase semelhante em minha vida, eu tomei um remedinho, daqueles que dão um boom no sistema nervoso. A química não é de todo ruim. Por que não experimenta? :P

Beijinho.

Ivan.

Louise Souza disse...

Não sei o que estas passando, mas desejo a ti o melhor. Tenho apenas 18 anos, posso dizer que sei muito pouco da vida, mas procuro sempre tentar agregar mais coisas a esse pouco. Dias atrás me dei conta que eu sou a principal responsável por minha felicidade, e que a fé é uma importante aliada em minha vida.
Às vezes por mais apertados que estejam os nós, basta um pouquinho de força de vontade para desatá-los!

Boa sorte.Beijos.

Rafaela Bento disse...

Mas um pouco e eu diria que vc roubou as palavras da minha alma, mas sei q ela só fala comigo, ninguém mas ia entender..ha-ha!..Estava assim, a um tempo, sem animo pra nada..ai resolvi...q ia chorar um dia todo e no outro eu ia me sentar pegar um caderno e anotar o "rumo da minha vida"...eu fiz...e acho q deu certo, pelo menos minha mãe parou de desconfiar da minha sanidade mental..ha-ha!

Bjus Amélie ;]

Blog do Mensageiro disse...

San, obrigado pela visita e pelas palavras. Esse seu momento é só seu e ninguém, além de voce mesma, pode tomar a decisão de ampliá-lo ou encurtá-lo. O meio ao seu redor pode influenciar, mas a decisão final é sempre sua. A desilusão não dura pra sempre, ela acaba. E esse fim pode ser a curto, médio ou longo prazo, depende de você. Se vale a pena lutar, vá em frente. Mas os rastros que voce deixou em seus outros posts indicam uma espécie de 'falha técnica', algo aparentemente irreversível, sei lá. A gente tem mais é que respeitar nosso estado de espírito, mas até um certo ponto. daí pre frente é com voce. mas nõ se esqueça, o processo é natural, quando voce menos se der conta já vai ter saído dessa. respire, foque, concentre. Minuto a minuto. Bjs e cuide-se!

Blog do Mensageiro disse...

Fico feliz que tenha servido para alguma coisa. Força na peruca e olho vivo, ninguém depende de ninguém pra se encontrar. É hora de voce encontrar a si mesma. Quando quiser papear, passe por lá... bjs!

Bia Prado disse...

Calma! Eu tb estou assim. Mas temos de acreditar que vai passar. Meu mantra atual é "tudo tudo vai dar pé..."
Um beijo

Rebecca Leão disse...

O que me preocupa é perceber que tem muita gente do mesmo jeito! Cadê a nossa tal felicidade? Estamos virando a Noruega? A Suécia? O que está acontecendo conosco? Sabia que 85% dos moradores de Buenos Aires fazem análise? Daqui a pouco seremos nós, a tratarmos dos nossos males da alma... Bjs e fica bem, tudo passa...

Amapola disse...

Passei para lhe dar um abraço.