8.5.10

Le Jour des Mères

Ser MÃE é tarefa complexa, não é para qualquer uma. Aliás, é para poucas, bem poucas. Gerar filhos qualquer mulher pode, desde que seja fértil. Inclusive, para aquelas que têm dificuldades para engravidar, a ciência tem dado uma mãozinha considerável.

Como criar um filho num mundo tão perigoso, onde a barbárie está por todos os lados e visível a olho nu? como educar um filho, incutindo-lhe princípios que muitas vezes são tão contrários ao que a televisão, internet, games, etc e tal pregam? Como falar 'isso não pode', se seus amigos fazem e os pais permitem? Difícil.

Tornei-me mãe aos 22 anos. Minha gravidez não foi planejada. A relação com o 'progenitor' era uma merda (com o perdão da palavra), mas, por falta de maturidade e sabedoria, acabei deixando acontecer. Se pudesse, voltaria atrás e escolheria um outro pai para o meu filho, porque sinceramente, meu grande e único erro nesse sentido foi esse.

Sei o quanto é difícil impor limites à um adolescente, fazê-lo entender que 'não é não' e que por mais que não aceite, a negativa é para o seu bem; que liberdade é sinônimo de responsabilidade e que para cada atitude existe uma consequência.

Não sou uma mãe nota dez, reconheço minhas falhas e limitações, mas sempre fiz o possível e, as vezes, até o impossível para oferecer-lhe aquilo que aos meus olhos seria o melhor.

Perto de muita coisa que vejo por aí, digo com orgulho: meu filho é uma grande dádiva, porque ele ainda me ouve (embora algumas vezes contrariado) e me respeita.


Desejo para todas as mamães que por aqui passarem,
um domingo especial, cheio de alegria.

Lembrando: dia das mães é todo dia!

22 comentários:

Tina disse...

amei teu blog e tô seguindo. Apesar de eu não ser mãe te entendo e concordo com teu post.

beeijos

J. disse...

Amélie, eu concordo: ser mãe não é pra qualquer pessoa. E é um ato de muita responsabilidade. O que o seu filho vai ser no futuro - um adulto decente ou um delinquente (extremos, claro) - depende inteiramente da forma como ele será educado. Eu não sou mãe, ainda. Digo, não dei à luz nenhum filho. Tive dois enteados, que ainda amo como se fossem meus filhos. E, durante alguns anos, vi o quão difícil é a arte de educar, de dizer não, de manter a bronca, sabendo que precisa, mas com o coração explodindo de dor. Eu desejo ser mãe, um dia. Mas acho que vai acontecer num momento em que eu esteja mais preparada para ser. Ser mãe é algo bonito demais, grande demais, incondicional demais. E mãe não é quem põe o menino no mundo. A gente tem tantas e tantas mães ao longo da vida.

Gostei do teu canto.

Um beijo.

tonhOliveira disse...



Amélie ou SAN?

Viva a tua VITÓRIA!

Fe(:z MÃE todos os dias!

beij♥!

Amélie™ disse...

Hahaha... gostei! Primeira vez que questionam minha 'dupla personalidade'. Amélie é meu 'pseudo nome', mas na verdade sou a San, de Sandra!

Sentimental ♥ disse...

Feliz dia da mães!!!
bjs

MagicWoman disse...

OLá!!

Parabéns pelo dia!

beijinhos

Glorinha L de Lion disse...

Oi Amelie, vim te dar as boas vindas ao meu blog e desejar a vc um feliz dia...não se preocupe, todas nós mães erramos, falhamos, mas sempre tentando acertar, isso é o que importa...grande beijo e um feliz dia das mães.

franck disse...

Encantado com seus posts/textos/poemas...Descobrir Clarice, Caio, Amélie Poulan e tantos outros por aqui...
Voltarei!
Um bom dia das mães e um domingo feliz!
Franck

JPM disse...

Quem entrega a criação e educação de um filho a terceiros certamente não sabe o que é ser mãe (nem pai).

Mas tudo faz parte do processo de exploração a que assistimos passivamente conquanto sociedade.

Parabéns pelo dia, saúde e felicidade.

João P Metz

Amapola disse...

Eu também tenho muito o que agradecer a Deus. Meus dois filhos são do "bem".

Um grande abraço. Feliz dia das mães.
Muitas alegrias, hoje e sempre.

Glória Müller disse...

Amélie, deixo um beijo também pelo dia de hoje. Educar não é fácil, amiga, mas eu não posso reclamar, fui abençoada com filhos maravilhosos!
Beijos
Glória

Bia Prado disse...

É difícil, mas é bom né?
Feliz Dia das Mães!!!
Mil beijos

Bia Prado disse...

Ah! Eu tb fui mãe com 22 anos! :)
Bj

Ivan disse...

Oi Amélie,

Obrigado pela visita ao amordepapelão e pelas palavras deixadas por lá. Fiquei bem feliz. Seja sempre bem vinda. Os papelões têm publicação diária [sábado não rola, acho que sou adventista e nem sei.. rss]e eu sempre [quase sempre] respondo aos comentários.

Beijinhos e parabéns também por seu espaço. Vou seguir.

Ivan.

Valéria disse...

Nossas mães merecem este texto lindo, pois mãe é vida, calor, afeto, presença e amor. O que seria de nós sem elas ?

BeijooO'

sarah disse...

Sim, pra mim dia das mães é todo dia..
devemos valorizá-las por essa bênção que Deus concede a nós !
nós mulheres somos especiais, guerreiras..
e só uma mulher sábia que é uma mãe de verdade.


um beijo querida, parabéns por ser mulher .

Amapola disse...

Boa tarde, amiga.
Eu já seguia você, e foi uma honra, receber a sua visita.
Desejo-lhe uma ótima semana.

Um grande abraço.

Camila Chaves, disse...

Parabéns, mamãe!!!
Beijos

Lilly disse...

Sim, o que os outros fazem e o que os pais permitem, dar os valores da vida simples em face da complexidade que se tornou viver nos mundos de hoje. Tudo isso também me aflige. Mas concordo com você, precisamos exaltar o nosso esforço, o nosso empenho e reconhecer o resultado da nossa luta.

Parabéns!

P.S. Amei a rádio francesa.

Menina disse...

Flor, adorei seu texto!!
Feliz dia das mães!! Não digo atrasado, pq sei que todo dia é dia!!

Beijitos!!

Paulo disse...

Amélie...
Como você mesma disse, todos os dias deveriam ser "Dia das Mães". Imagino como deve ser difícil para uma mulher educar um filho homem, uma responsabilidade tremenda, pois na verdade você está educando um adolescente que um dia vai ser um homem para uma outra mulher. Ainda mais hoje, em um mundo cheio de valores distorcidos.
Tenho uma menina de 11 anos, que está naquela fase que não sabe se é adolescente ou criança, e vejo como é difícil. O negócio é tentar passar os melhores valores, e torcer que eles absorvam tudo. Saber dizer "Não" é que é uma arte, como você mesma disse.
Parabéns a você como mãe, como mulher e como Guerreira...
Beijos.

Natália Firmo disse...

Oiiiiie, obrigada pela visita e desculpa pelo atraso...ando meio enrolada...rs!!!

Feliz dia das Mães, afinal de contas...Dia das Mães são todos os dias...haaa!

"Que Deus ilumine seu coração...cada vez mais".


Blogbeijoooos!