19.4.10

Grande Deus!

A vida é uma linha tênue: aparentemente inesgotável, mas de uma sensibilidade tremenda. Mesmo assim, quantas vezes agimos estúpida e arrogantemente. Ignoramos nossa fragilidade e dependência dAquele que tudo criou e tudo mantém com Sua destra fiel. Seguimos montados em nossa cega prepotência, esquecendo que um dia, talvez quando menos esperarmos, a vida já não nos pertencerá mais.

A manhã e a tarde de hoje foram tensas, mas agora é hora de respirar fundo, soltar os ombros e agradecer Aquele que em Seu infinito amor, atende todas as nossas necessidades - desde a mais insignificante, até aquela que de tão grande, muitas vezes nos faz vacilar na fé e duvidar de Seu poder para suprí-la.

Pai, não sou digna de Seu amor, não sou digna de que me Ouças - mas como tantas outras pessoas, orei incessantemente para que a cirurgia dele fosse guiada por Ti - o Senhor ouviu atentamente a nossa voz e atuou de forma maravilhosa, como era de se esperar.
Ainda elevamos nossas preces e pedimos para que continue ao lado dele até que sua saúde seja completamente restabelecida.

Obrigada, querido Deus, porque mesmo sendo quem somos, o Senhor não desiste de nós.

Um brinde à vida! Um brinde ao renascimento de um guerreiro!

Nenhum comentário: