30.4.10

Duelo

O que fazer quando o coração quer  algo contrário à razão?  Quando esse músculo teimoso, que imagina ter vida própria, irredutivelmente quer que a sua vontade prevaleça?

Sou assim, pura emoção. Me vejo ilustrada na auto descrição de Vladimir Maiakovski: "Nos demais - eu sei, qualquer um o sabe! O coração tem domicílio no peito. Comigo a anatomia ficou louca. Sou todo coração - em todas as partes palpita."

Dar ouvidos à razão, que insiste em mostrar que a melhor saída nem sempre é a mais atraente ou a mais vibrante, não é tarefa fácil quando se está cego de amor. Caspita! Será que a cegueira diminui a audição?! Não pode ser, sempre ouvi o contrário.

Quem é que pode com as peripécias desse ser destemido e inconsequente? Ninguém, nem ele mesmo.

Aquele dia de lucidez, em que finalmente a razão consegue falar mais alto depois de tanto penar, sempre chega. Aí, a gente se põe a pensar - coisa que o coração não nos permitira até então - olha pra trás e vê quanto prejuízo aquele ser desmiolado e auto suficiente provocou com seus castelos de areia construidos à beira mar.

E lá vamos nós, vencidos, falidos e com o rabinho entre as pernas: re-co-me-çar. Acreditando piamente e jurando que nunca mais - nunca mais mesmo - o coração vai comandar nossas decisões.

Tsc, tsc... ledo engano.

3 comentários:

Clarisse Bronté disse...

Quando o assunto é amor todos nós dizemos puerilmente que não vamos errar de novo...Mas como toda criança, voltamos a fazer a "travessura"...

Eu tento domar o meu coração, mas ele é bem rebelde e passional e minha a razão não tem vencido ele atualmente

Beijos e um ótimo final de semana
Clarisse B.

Karla Thayse disse...

A gente finge que manda nele, mas na verdade ele é o dono da gente. E a vontade dele sempre prevalece no final.

Lindo texto!

Tenha um fim de semana iluminado!

Beijo grande!

lu disse...

hum...coração x razão ,eterno dilema que vira e mexe nos persegue rs...Concordo com a Karla,o ♥ é quem manda e acrescento...Se por um acaso as coisas não derem mto certo -levanta/sacode a poeira /e da a volta por cima hehe...Sempre em frente!:D
bjos Amélie...parabéns pelo texto!