30.3.10

Nem Sempre é "So Easy" se Viver

Ontem à noite quando me deitei, resolvi que precisava sair do ócio e voltar a fazer as coisas que me dão prazer. E hoje, assim que acordei, decidi: vou nadar! Arrumei minhas coisas, pus a mochila nas costas e fui embora.

Quase 11h00 e nenhuma ligação. Comecei a ficar preocupada. Ele está doente e seus horários estão completamente imprevisíveis. Será que aconteceu alguma coisa? Será que ele piorou?  Esperei. Esperei. Quase 50 minutos de caminhada pensativa, ansiosa, procurando manter a calma. Fomos nos falar já era quase 1/2 dia. Fiquei brava e explodi num misto de raiva (por que não me ligou antes???) e alívio (apesar do que me fez, você está bem e isso é o que mais importa).

Nadei por duas horas e voltei para casa caminhando.

Quando cheguei, outra agonia. Descobri que minha conta foi clonada e zerada em menos de 24 horas. Liguei no 0800 do Banco - tem que ligar para outro número - tem que ligar para um outro 0800 - tem que ligar na agência - ufa! - agora tem que ir até a agência - não dá mais tempo, só amanhã - vai ter que dormir com isso na cabeça! Aaaaiii!

Ele me ligou. Eu ainda estava bastante chateada com o que aconteceu pela manhã, por isso, não fui muito receptiva. Discutimos, claro, e ele me disse: "meus problemas são muitos e eles são mais importantes pra mim do que os teus." Nossa, aquilo soou como uma arrogância e egoismo extremos. Sem comentários, melhor não tentar um diálogo. Desligamos.

Mais tarde, me falou que recebeu os resultados de uns exames que realizou e que o quadro não era nada animador. Talvez tenha que se submeter a cirurgias. Senti que estava arrasado e achei que naquele momento o silêncio era o melhor que eu poderia lhe oferecer. Não tive palavras para confortá-lo. 

Chorei. Chorei bastante. Busquei a Deus em oração e pedi que estivesse com ele, que o aliviasse, mantendo-o otimista e confiante. Em seguida, mandei um torpedo com as melhores palavras que pude encontrar.

Fui à igreja. Mais uma vez pedi a Deus que independente dos meus erros, das minhas fraquezas e limitações, que ouvisse a minha voz e atendesse ao meu pedido: cuide do meu amor. Cure-o, se assim for da Sua vontade. Não o deixe sofrer, por favor.

Não posso estar com você, mas meu pensamento não sai da sua companhia.

Deus fará o melhor. Apenas confie.

Um comentário:

Nahuel disse...

Ahh ps interesante escritura..
en fin genial..
ya ps ahi te vere en Seguirme.
hasta pronto!